WhatsApp

A ceratocone é iniciada na puberdade, uma rara doença ocular degenerativa não inflamatória que altera o formato da córnea, tornando-a ao invés ser oval no formato de um cone, graças a isso, as imagens ficam distorcidas e borradas. A ceratocone é gradual com o aumento do astigmatismo ou miopia e a baixa visão. O paciente portador de ceratocone pode acabar mudando muitas vezes o grau de óculos e apresentar intolerância a lentes de contado.
Inicialmente os sintomas são os mesmo de uma doença ocular comum, como enxergar imagens desfocadas. Com o passar do tempo ela progride passando pelo surgimento de fotofobia, diminuição de acuidade visual, principalmente no escuro. Pontos luminosos podem criar a poliopia monocular, que são as imagens fantasmas onde há um foco, mas várias imagens iguais ao seu redor.

Causas

As causas da ceratocone não são certas, mas normalmente ela é hereditária. A doença pode também ser associada à síndrome de Turner, Down, Marf ou condições oculares como aniridia, retinose pigmentar, ceratoconjuntivite e amaurose congênita de Leuber.

Diagnósticos e Tratamentos

Ao notar algum sintoma da doença, o paciente deve recorrer ao oftalmologista, que por meio de topografia corneana computadorizada, biomicroscópio ou lâmpada de fenda irá diagnosticar a ceratocone. Ao diagnosticar a doença, o oftalmologista irá indicar, com base na gravidade da doença, o tratamento, que pode ser o uso de óculos, lentes ou até a cirurgia.

Assim como todo problema ocular, quanto mais cedo diagnostica, mas eficaz e rápido pode ser o tratamento da doença. Vá ao oftalmologista com certa frequência, e previna ou inicie rapidamente tratamentos para o bem de sua visão.

  • Agenda

    Agende a sua Consulta...

    Clique para Agendar
  • Planos de Saúde

    Conheça as empresas conveniadas com o COHR
    Clique aqui para ver